DECEMBER 9, 2022

SES-MG investe R$ 4,7 milhões na compra de equipamentos para hospitais do Norte de Minas

Os recursos são oriundos das políticas hospitalares Valor em Saúde, Eletivas e Fortalecimento da Atenção Especializada, administradas pela Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais (SES-MG).

Foto: Pedro Ricardo/Hospital Aroldo Tourinho

Oito instituições que atuam na área hospitalar na macrorregião de saúde do Norte de Minas estão sendo contempladas neste final de ano com a disponibilização de recursos superiores a R$ 4,7 milhões destinados à compra de equipamentos. Os recursos são oriundos das políticas hospitalares Valor em Saúde, Eletivas e Fortalecimento da Atenção Especializada, administradas pela Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais (SES-MG).

O maior aporte de recursos está prevista na Resolução 9.255, publicada dia 21 de dezembro, destinando mais de R$ 2,4 milhões à compra de três arcos cirúrgicos para o Hospital Santo Antônio, de Taiobeiras; Santa Casa e Hospital Aroldo Tourinho, sediados em Montes Claros.

O investimento para a aquisição de cada aparelho é de R$ 832,3 mil. Os arcos cirúrgicos, também conhecidos como intensificadores de imagem, são equipamentos que permitem que os cirurgiões visualizem todas as estruturas internas de um determinado paciente, de forma dinâmica e em tempo real.

Já por meio da Política Hospitalar Valora Minas – Opera Mais Minas Gerais, as resoluções 9.247 e 9.249 publicadas pela SES-MG no dia 20 de dezembro, estão disponibilizando R$ 1,5 milhão a seis instituições de saúde para a compra de equipamentos, entre eles videolaringoscópio, foco cirúrgico de teto e aparelho de anestesia. Estão sendo contempladas as seguintes instituições: Fundação Hospitalar de Amparo ao Homem do Campo, de Manga (R$ 521,2 mil); Fundação Médico Assistencial Major Domingos de Deus Correia, de Monte Azul (R$ 448,7 mil); Fundação Taiobeiras, que administra o Hospital Santo Antônio (R$ 330,8 mil); Hospital Aroldo Tourinho, de Montes Claros (R$ 140,4 mil); Santa Casa e Hospital São Vicente de Paulo, de Porteirinha (R$ 45 mil).

Para o fortalecimento da atenção especializada à saúde, a Resolução 9.252 publicada dia 21 de dezembro, está disponibilizando R$ 701,3 mil à Fundação de Saúde Dilson Godinho para a compra de aparelho e poltronas de hemodiálise.

A coordenadora interina de atenção à saúde da Superintendência Regional de Saúde (SRS) de Montes Claros, Ludmila Gonçalves Barbosa explica que o prazo para a execução dos recursos é de 36 meses e serão repassados aos fundos municipais de saúde após assinatura de termo de compromisso dos gestores no Sistema de Gerenciamento de Resolução (SigRes). Após a aquisição, num prazo de 90 dias os equipamentos devem ser registrados no Sistema de Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde – (SCNES).

Compartilhe: