DECEMBER 9, 2022

Eleição do Cisrun é anulada

Decisão foi publicada nesta quinta-feira (04) e determina o perfeito de Claro dos Poções, Norberto Marcelino como novo presidente

FB_IMG_1609972401341

Eleição foi cancelada/ Foto: Divulgação

O juíz de direito, Francisco Lacerda Figueiredo decidiu anular a eleição do Consórcio Intermunicipal da Rede de Urgência do Norte de Minas (Cisrun), realizada na última segunda-feira (1º), em que teve como eleito presidente o prefeito de São Romão, Marcelo Meireles.

O documento foi publicado na tarde desta quinta (04) e é uma resposta referente ao mandado de segurança impetrado no dia 29 de janeiro pelo prefeito de Claro dos Poções, Noberto Marcelino, no qual alegava irregularidades na chapa 01.

No texto, o juiz diz que “a decisão não foi cumprida a toda evidência, uma vez que a chapa eleita tem em sua composição o município de Santa Cruz de Salinas, que não está relacionado como apto a participar do pleito conforme listagem publicada pelo Cisrun em 28 de dezembro de 2020, onde consta somente 49 municípios aptos a serem votados no escrutínio [pleito] realizado em 1° de fevereiro”.

O juíz Francisco Lacerda determinou ainda que, baseado no Estatuto do Cisrun e no edital de convocação, a comissão eleitoral promova no prazo de cinco dias, “a proclamação da chapa encabeçada pelo impetrante Norberto Marcelino de Oliveira Neto a única regularmente registrada nós termos do edital de convocação, como vencedora só pleito, empossando seus membros nos cargos em disputa nós termos do edital”.

Compartilhe: