DECEMBER 9, 2022

Do que o Atlético precisa para ser o primeiro colocado geral na fase de grupos da Libertadores?

Vitória contra o Caracas na terça-feira é o primeiro passo para buscar o primeiro lugar geral da fase de grupos

Foto: Bruno Sousa

A semana do Atlético pode ser decisiva para a sequência da temporada. De olho no primeiro lugar geral da fase de grupos da Copa Libertadores, uma vitória contra o Caracas da Venezuela, na terça-feira (28), na Arena MRV, pode garantir que o clube mineiro tenha a vantagem de decidir em casa todos os duelos no mata-mata da competição.

Entretanto, após a derrota para o Peñarol na última rodada, o time mineiro não depende mais apenas de si para conseguir a primeira posição. Líder do grupo G com 12 pontos, a primeira colocação da chave está bem encaminhada – um empate na próxima partida confirma a posição.

Para ter a primeira posição geral, o Atlético, além da vitória contra o Caracas, precisa contar com os tropeços de alguns times.

Para começar, do Talleres, que enfrenta o São Paulo na última rodada. Com 13 pontos, o time argentino precisa, pelo menos, de um empate para garantir a liderança do grupo, já que o tricolor paulista está apenas três pontos atrás.

Outro tropeço necessário para o Galo é o do Palmeiras, que enfrenta o San Lorenzo no Allianz Parque na quinta-feira (30). Com a classificação para a próxima fase garantida, uma vitória alviverde pode levar o time a 16 pontos na tabela, tornando impossível a chance do Atlético alcançá-lo.

O último time que não pode vencer para que o Atlético tenha a primeira posição geral é o River Plate. Também com 13 pontos, a equipe argentina recebe o Deportivo Táchira.

Veja quando acontecem as partidas chave para o Atlético nessa última rodada:

  • São Paulo x Talleres (ARG) – quarta (29) às 21:30
  • Palmeiras x San Lorenzo (ARG) – quinta (30) às 19h
  • River Plate (ARG) x Deportivo Táchira (VEN) – quinta (30) às 21h
Compartilhe:

Notícias Relacionadas

Esporte Montes Claros

Abertura Campeonato Rural de Montes Claros