DECEMBER 9, 2022

Cirurgia cerebral com paciente acordado para tumor na área da fala é realizada na Santa Casa Montes Claros

O procedimento inovador foi realizado no último sábado, 16

Foto: Divulgação/Santa Casa Montes Claros

No campo da medicina, os avanços na neurocirurgia têm proporcionado novas abordagens para lidar com condições neurológicas desafiadoras. Uma dessas técnicas inovadoras é a craniotomia awake, um procedimento cirúrgico que se destaca no tratamento de tumores cerebrais localizados em regiões sensíveis, como a área da fala. O procedimento inovador foi realizado na Santa Casa Monte Claros no último sábado, 16.

“Com a realização desse procedimento, mais uma vez a Santa Casa Montes Claros demonstra o compromisso contínuo em oferecer tratamentos de ponta e cuidados de qualidade aos pacientes. Ao longo dos últimos anos, temos providenciado diversas aquisições de equipamentos médico-hospitalares para proporcionar um atendimento de alto nível e com mais eficácia”, ressalta o superintendente do hospital, Maurício Sérgio Sousa e Silva.

De acordo com o médico neurocirurgião Dr. Andrey Alencar, existem vários tipos de tumores intracranianos. “Tumores que estão fora do cérebro, entre o cérebro e o osso, que causam sintomas por comprimir o cérebro e aumentar a pressão intracraniana, ou comprimir um nervo. E tem os tumores intracranianos que são intracerebrais. Esses tumores que estão dentro do cérebro, é necessário fazer uma incisão no córtex cerebral e entrar no cérebro para remover o tumor” explica o médico neurocirurgião.

Dr. Andrey explica como o benefício da avançada técnica é aplicado em tumores localizados em áreas consideradas complexas. “A gente consegue acessar o cérebro com segurança de que não vai causar nenhum dano, nenhuma sequela para o paciente, uma vez que conseguimos preservar as chamadas áreas eloquentes, ou seja, áreas nobres do cérebro”, ressalta.

De acordo com ele, neste caso o tumor estava na área da linguagem, também chamada de área de wernicke, que é a área responsável pela compreensão da linguagem. “Neste tipo de situação, na área da fala, só conseguimos monitorar com o paciente acordado, porque temos que testar a linguagem dele, a compreensão da fala quanto a expressão da fala em si.  E isso, testamos com o paciente acordado”, explica Dr Anadrey.

Durante o procedimento, o paciente é submetido a testes como nomeação, identificação de números, de figuras, entre outros. Os testes servem de auxílio à equipe cirurgiã para mapear o cérebro com segurança. “Essa região fica aproximadamente entre o lobo temporal e o lobo parietal. Então, quando os tumores intracerebrais estão nessa região, é necessário acordar o paciente e realizar essa bateria de testes. Estimulamos cada área do córtex cerebral para ver onde, exatamente, é a área da linguagem e onde que podemos  de fato fazer o procedimento”, finaliza o médico.

O paciente submetido a craniotomia awake teve alta hospitalar 36h após o procedimento, sem nenhum distúrbio de linguagem.

*Por Ana Paula Paixão

 

Compartilhe:

Notícias Relacionadas

Entretenimento Montes Claros

Front Stage Montes Claros Shopping

Atendimento SAMU Montes Claros

SAMU socorre adolescente após ser baleado em Montes Claros