DECEMBER 9, 2022

Rotary Club de Montes Claros Leste doa lasers para combater dores e infecções oncológicas

Além da doação dos dois lasers, as ações do Rotary Club de Montes Claros Leste ao Hospital Dilson Godinho, já beneficiaram em 2023 o HDG com a entrega de 18 televisores para a ala exclusiva aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS).

Foto: Divulgação/ Ascom HDG

A Fundação Rotária, através do Rotary Club de Montes Claros Leste, entregou dois lasers à Fundação de Saúde Dilson de Quadros Godinho, mantenedora do Hospital Dilson Godinho (HDG).

A entrega fez parte de projeto de subsídio e recursos doados pela Fundação Rotária – Rotary Club de Montes Claros Leste, através de leilão de obras de artes dentro do tradicional Baile da Felicidade, realizado em outubro de 2023.

Além da doação dos dois lasers, as ações do Rotary Club de Montes Claros Leste ao Hospital Dilson Godinho, já beneficiaram em 2023 o HDG com a entrega de 18 televisores para a ala exclusiva aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS).

O diretor administrativo do HDG Éder Tadeu Pinheiro Brandão, destacou a parceria da Fundação Rotária e da Instituição, voltada para melhorar a qualidade de vida dos pacientes, promovendo alívio das dores e infecções, através da laserterapia.

“O Hospital Dilson Godinho só agradece a generosidade da Fundação Rotária, através do Rotary Club de Montes Claros Leste pela doação dos dois lasers que irão beneficiar os pacientes oncológicos do SUS, assim como os 18 televisores também estão beneficiando aos pacientes da ala pública. A laserterapia é uma importante ferramenta no combate às infecções nas regiões da cabeça e pescoço. Esperamos que os lasers possam ajudar a aliviar e ajudar a aumentar o prognóstico de cura nesses pacientes. Também agradecemos a Unimontes, através do projeto de extensão pela sensibilidade em ajudar a quem mais precisa”, ressaltou Éder Tadeu.

Laserterapia 

No HDG, a laserterapia vem sendo realizada em parceria com a Faculdade de Odontologia, da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), através de um projeto de extensão do Professor André Luiz Sena Guimarães, num contexto interdisciplinar, quando as doutorandas Larissa Lopes Fonseca e Cristina Paixão Durães desenvolvem pesquisas e, em contra partida, fazem o projeto de extensão realizando em pacientes, a laserterapia para mucosite e também a laserterapia fotodinâmica para infecções oportunistas como herpes, candidíase e bactérias, entre outros.

A doutoranda Cristina Paixão Durães explicou a finalidade e os objetivos da laserterapia na recuperação da auto-estima dos pacientes oncológicos, depois de submetidos ao tratamento.

“É um projeto que tem a finalidade de devolver o paciente ao convívio social. Muitos quando terminam o tratamento, ficam com seqüelas e não saem mais de casa, não procuram emprego, por vergonha. Com a laserterapia, podemos ajudar a devolver a auto-estima dessas pessoas e isso é muito gratificante. Vamos precisar da ajuda de todos, inclusive do HDG.

A quimioterapia e radioterapia, na região de cabeça e pescoço, produzem, infelizmente, efeitos colaterais, entre eles o mais comum é a mucosite oral, úlceras dolorosas e feridas, impossibilitando ao paciente a fala, a alimentação; até mesmo a ingestão de um simples gole d’água, o que afeta sobremaneira sua saúde geral.

Para conseguir a cicatrização das feridas ou mesmo a prevenção e o paciente passar pelo tratamento sem complicação e sem interrupção, com menos medicamento, internação, o uso de laser se faz necessário contribuindo, assim, para o prognóstico e as chances de cura.

Assinaram o Termo de Doação, a presidente do Rotary Leste, Irany Gomide Miranda; Tomaz Mendes Caldeira, presidente do Interact Club de Montes Claros Leste; Dilson de Quadros Godinho Neto, conselheiro da Fundação de Saúde Dilson de Quadros Godinho; Felicidade Patrocínio, representante da Associação dos Artistas Plásticos de Montes Claros; Fabiana Ferreira Vieira Amorim, diretora Clínica do HDG e representante dos arrematantes do Leilão do Baile da Felicidade 2023; André Luiz Sena Guimarães, professor do Departamento de Odontologia e do Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes); e o diretor administrativo do Hospital Dilson Godinho, o médico Éder Tadeu Pinheiro Brandão.

Compartilhe: