DECEMBER 9, 2022

Prefeitura anuncia construção de nove unidades escolares, com investimento de mais de R$ 40 milhões

Integra o pacote de obras anunciado a construção dos Centros Municipais de Educação Infantil (CEMEIs) Amiguinhos da Vila, na Vila Guilhermina entre outros.

Ordem de servico para construcao de Cemeis2 - Foto Divulgacao

Foto: Rubens Santana

A Prefeitura de Montes Claros avançou mais um passo no Programa de Investimento no Cidadão (PIC) e anunciou, através da Secretaria Municipal de Educação, a construção de nove unidades escolares, com investimento de R$ 41.923.965,07, recursos do Tesouro Municipal.

A solenidade de assinatura da Ordem de Serviço para início das obras foi realizada na manhã dessa segunda-feira, 4, no Prédio II da Prefeitura, e contou com a presença do prefeito Humberto Souto, acompanhado do vice-prefeito Guilherme Guimarães, vereadores, secretários e servidores municipais, presidentes de associações e moradores dos bairros beneficiados.

Em seu pronunciamento, o prefeito Humberto Souto destacou que investir em educação é um princípio de cidadania. “Precisamos construir boas escolas, acessíveis, inclusivas, próximas aos locais onde as famílias residem, para que as crianças se sintam felizes ao receber os ensinamentos. Da mesma forma, é preciso garantir uma boa alimentação, transporte, e o município tem dado uma atenção especial a essas questões. Ao anunciar a construção de nove escolas, demonstramos o resultado de uma vontade de servir, através de um trabalho solidário e comprometido com a formação de nossas crianças e com a qualidade de vida da população”, ponderou.

Integra o pacote de obras anunciado a construção dos Centros Municipais de Educação Infantil (CEMEIs) Amiguinhos da Vila, na Vila Guilhermina, e Madre Paula Elisabeth, na Vila Brasília; os CEMEIs dos bairros Jardim Olímpico, Jaraguá 2, Recanto das Águas, Vila Real e Vila Sion; além das escolas municipais da Vila Castelo Branco/Cedro e do bairro Santos Dumont, sendo que as unidades do Jardim Olímpico e do Jaraguá 2 são creches Pró-infância Tipo B Padrão Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – FNDE e estavam com a obras paradas e agora serão retomadas e concluídas com recursos proprios d município.

De acordo com o vice-prefeito Guilherme Guimarães, as obras terão início imediato e a previsão de conclusão é de até 12 meses. “Essas nove unidades completam uma lista de 30 escolas em construção, o que significa cerca de 12 mil alunos que terão condições dignas de estudo, além de professores e demais servidores com melhores condições de trabalho. Mas não paramos por aqui. A nossa meta é que até o final do ano que vem a lista seja fechada com 50 novas unidades escolares construídas”, anunciou.

Atualmente, o Sistema Municipal de Ensino de Montes Claros possui cerca de 32 mil alunos matriculados, da Educação Infantil à Educação de Jovens e Adultos (EJA), em 108 unidades escolares, sendo 22 unidades nas zona rural e 86 na sede do município.

Na zona rural são 21 escolas municipais, sendo 10 de pequeno porte, e um CEMEI. Já na área urbana, são 30 escolas municipais, 47 CEMEIs e 9 instituições conveniadas.

Aumento da demanda
A secretária municipal de Educação, professora Rejane Veloso, explica que, à medida que o sistema municipal foi se estruturando, o número de alunos matriculados foi aumentando, gradativamente. E a previsão do Cadastro Escolar, que está em andamento, é que o ano letivo 2024 tenha um aumento de cerca de 5% de alunos
matriculados nas escolas e CEMEIs. “A construção das unidades anunciadas hoje vai possibilitar ofertar 1620 vagas por turno, sendo 1180 vagas nos CEMEIs e 440 vagas nas duas escolas”, destaca.

De acordo com a secretária, para dar conta de atender todos os alunos com qualidade e conforto, o município está investindo na reforma, ampliação e qualificação dos espaços existentes, que estão recebendo mais salas de aula, quadras esportivas, pátios e refeitórios, tudo com acessibilidade. Já os novos prédios estão sendo construídos com todos os recursos e equipamentos necessários para oferecer uma educação de qualidade e acolher os alunos de maneira adequada.

Compartilhe: