Home / Bloco 1  / Black Friday: quer comprar equipamentos eletrônicos? Cuidado para não encarecer a conta de luz

Black Friday: quer comprar equipamentos eletrônicos? Cuidado para não encarecer a conta de luz

De acordo com pesquisa encomendada pelo Google, quase 70% dos interessados em aproveitar a data estão de olho em novos aparelhos.

Foto: Valéria Marques /Hoje em Dia

O Black Friday caiu, definitivamente no gosto do brasileiro. E, há vários anos, entrou no calendário do comércio como uma das mais importantes datas do ano – oficialmente, será na próxima sexta-feira (24). Para muita gente, é a oportunidade de adquirir um produto eletrônico com preço mais em conta. Mas é preciso pensar, também no gasto a mais com energia.

De acordo com uma pesquisa encomendada pelo Google, 69% dos entrevistados têm o desejo de comprar eletrônicos na Black Friday. E a Cemig ressalta que o desconto pode ser perdido se a eficiência do equipamento não for observada na hora da compra. Por isso, orienta em relação a aparelhos que podem encarecer a conta de luz.

De acordo com o engenheiro de Eficiência Energética da Cemig, Thiago Batista, quando o interessado vai comprar um equipamento, deve-se considerar a sua potência e o tempo de uso do produto.

“Na residência, o cliente possui dois caminhos para evitar o desperdício de energia. Ao adquirir um eletrodoméstico, tente identificar entre os similares que são mais eficientes, pois você pode economizar no momento da compra, mas vai pagar mais na fatura de energia durante a vida útil do equipamento, já que ele irá gastar mais energia”, alerta o especialista.

Além disso, Thiago Batista destaca que o cliente deve ficar atento ao Selo Procel antes de adquirir um eletrodoméstico ou aparelho eletrônico. O ideal é comprar os que tenham o selo ou que venham com a etiqueta do Inmetro com a letra “A”, pois são os mais eficientes.

O Selo Procel já é amplamente reconhecido pela população, indicando os equipamentos mais eficientes em suas categorias. Essa classificação é vantajosa para o consumidor, pois permite a escolha de aparelhos mais eficientes e com menor consumo de energia”, explica.

Criado na década de 1990, o selo pode ser encontrado em diversos produtos, como refrigeradores, lavadoras, televisores, ventiladores, micro-ondas, ar-condicionado, lâmpadas, reatores, bombas e motobombas, motores elétricos, sistemas de aquecimento solar e sistemas fotovoltaicos.

Eficiência do eletrônico é fundamental 

Outro ponto crucial a ser observado durante a compra é o preço do eletrodoméstico ou equipamento eletrônico. Se estiver com um preço muito inferior a outros similares, é de suma importância observar a posição na tabela Ence (Etiqueta Nacional de Conservação de Energia), estabelecida pelo Inmetro. Essa ferramenta classifica o desempenho do produto em relação ao consumo de energia, variando de A (melhor desempenho) a G (pior desempenho).

“Dependendo da classificação do aparelho adquirido, os descontos conseguidos na Black Friday podem não ser atrativos, pois ao longo do tempo o consumo de energia dos equipamentos menos eficientes é maior em relação aos de classificação ‘A’. O consumo de energia depende, basicamente, de duas variáveis: potência em Watts (W) dos equipamentos e do tempo de utilização (em horas). Se o equipamento é mais barato no momento da aquisição, mas é menos eficiente, essa diferença será sentida na conta de luz enquanto ele for utilizado”, alerta o especialista.

Durante a Black Friday, as compras onl-ine são muito comuns, ambiente em que o Selo Procel e as tabelas Ence podem não ser visíveis. Nesses casos, Thiago Batista orienta a busca por essas informações em outras fontes. “Nos sites de compra é comum que estas informações estejam omitidas, principalmente quando se trata de equipamentos com baixa classificação de eficiência. Procure pela marca e modelo do equipamento no site do fabricante e até mesmo em outros sites de venda para se certificar da eficiência e do impacto do consumo deste item na sua fatura de energia elétrica”, destaca.

* Com Agência Minas

revistatempo@tempo.com.br

Review overview