DECEMBER 9, 2022

Emprego: 4.750 novos postos de trabalho foram criados em Montes Claros, em 2021

A reportagem da Tempo conversou com uma mulher, mãe solo, que estava desempregada há seis meses e conseguiu se recolocar no mercado de trabalho

carteira-de-trabalho-Ciete-CARROSSEL

Foram seis meses de uma busca diária e incansável até conseguir uma vaga como recepcionista. Ramone Fonseca, de 26 anos, perdeu a conta de quantos currículos enviou e de quantas indicações de emprego pediu a amigos e familiares. “Todos os dias de manhã, ao acordar, eu encaminhava currículos nos e-mails das vagas que recebia pelo wathsapp e ia para a rua mesmo, em busca de uma oportunidade. As empresas estão exigindo experiência até mesmo em funções de simples execução como serviços gerais e auxiliar de cozinha. Quando fui chamada para uma entrevista, fui muito contente confiante de que tudo iria dar certo. E deu, graças a Deus!”, comemora.

Saldo foi positivo no ano de 2021/ Foto: Reprodução

Mãe solo, movida pela necessidade de cuidar da filha de 2 anos, estava disponível para qualquer oportunidade que aparecesse. Apesar de estar se formando como técnica de enfermagem, Ramone aceitou mudar o campo de atuação para garantir o sustento da família. Ela é uma das pessoas que fazem parte do saldo positivo de emprego gerado em Montes Claros no ano de 2021.

“Procurei em todas as áreas, moro de aluguel, não tem a mínima possibilidade de ficar aqui em Montes Claros sem trabalho. Na minha cidade natal, infelizmente, não há muitas oportunidades, então vim para cá, em busca de uma estabilidade profissional para conseguir estudar e dar o que minha filha precisa”, conta a recepcionista. As expectativas no emprego são as melhores. “Eu não tinha experiência, mas meu patrão reconhece meu esforço e tem paciência de me ensinar uma nova profissão, então, espero conseguir minha estabilidade profissional, para que assim, eu consiga finalizar meu curso técnico e garantir um futuro melhor para mim e minha filha”, afirma.

Após seis meses de procura, Ramone conseguiu se recolocar no mercado de trabalho/ Foto: Solon Queiroz

O Ministério da Economia divulgou nesta segunda-feira (31) os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) ao ano de 2021, que mostraram que as empresas instaladas em Montes Claros contrataram, formalmente e com os direitos trabalhistas assegurados aos funcionários, 37.954 trabalhadores, enquanto demitiram 33.204 profissionais, o que representou um saldo positivo de 4.750 vagas.

O número é maior que o registrado em 2020, de acordo com os dados “com ajustes” (atualizados) do CAGED, 28.569 trabalhadores foram contratados e 27.370 demitidos, um saldo de 1.199 postos de trabalho. O secretário municipal de desenvolvimento econômico, Edilson Torquato, atribui o resultado positivo às decisões assertivas tomadas pela administração, mesmo em tempos de pandemia. Comparando os últimos dois anos, mesmo com a pandemia de Covid-19, as novas cepas do coronavírus que surgiram e seus reflexos negativos na economia, houve um aumento na geração de postos de trabalho de 296% na maior cidade do Norte de Minas.

Edilson Torquato atribui o saldo positivo às ações eficazes de enfrentamento a pandemia/ Foto: Fábio Marçal

“Essa grande geração de emprego é uma consequência das decisões acertadas pelo prefeito, com iniciativas que buscaram amenizar a pandemia no município. Em todo momento, a prefeitura soube se orientar e tomar a decisão mais acertada. Tivemos momentos em que o comércio fechou. Isso atrapalhou demais. E aqui em Montes Claros isso aconteceu poucas vezes. Sem contar que Montes Claros, tem a economia baseada em setores diversificados. Apesar do comércio e a prestação de serviços seja forte, não temos só uma atividade econômica predominante. Por outro lado, toda a sociedade participou na hora das decisões serem tomadas. Isso foi importante”, comentou.

Torquato acrescenta, ainda, que a prefeitura abriu um diálogo com o setor produtivo.

“Abrimos um diálogo com o setor produtivo e nos aproximamos deles, para que eles pudessem opinar e ajudar na hora de tomar as decisões. E o resultado está aí: nós tivemos muito mais vagas que outras cidades do mesmo porte que a gente. Temos a confiança dos empreendedores, durante esses quatro anos teve diversas obras de mobilidade, construção de avenidas, pagamento em dia de fornecedores e servidores, isso gera confiança, e atrai novos empreendedores. Economia é um ciclo virtuoso, a medida que um setor vai bem, todos vão melhorando também. A construção de uma avenida, por exemplo, implica em novos comércios que gera mais empregos, as pessoas melhoram a qualidade de vida”, ressaltou.

Compartilhe: